A Armadilha (Otoshiana, 1962) | Crítica

otoshiana-pitfall-armadilha-filme-1962

Primeiro longa-metragem de Hiroshi Teshigahara, “A Armadilha” é um filme de 1962 que explora o mundo dos vivos e dos mortos, as condições de trabalho difíceis para os mineiros e como a maldade pode afetar as pessoas mesmo após a morte.

Otoshiana mistura elementos de fantasia, suspense e horror para criar um “documentário fantástico” sobre violência e trabalho. Um pai e filho fugindo de algo desconhecido encontram um vilarejo de mineiros. Procurando uma ocupação, o pai acaba sendo assassinado. Imediatamente seu espírito se desprende do corpo e passa a acompanhar o desenrolar da investigação do homicídio.

Continue Lendo “A Armadilha (Otoshiana, 1962) | Crítica”